PARA VIDEOCURSO SOBRE FINANÇAS GRÁTIS CLIQUE AQUI

PARA VIDEOCURSO SOBRE FINANÇAS GRÁTIS CLIQUE AQUI
PARA VIDEOCURSO SOBRE FINANÇAS GRÁTIS CLICA NO CARTÃO ACIMA

quarta-feira, 30 de julho de 2014

Tenho uma conferência online gratuita somente para o pessoal do Unindo Corações mas consegui isso também para você!


ESPAÇO UNINDO CORAÇÕES NO RIO DE JANEIRO

Olá como vai? Preparado para mais um presente que tenho para você?
Hoje conversei com a proprietária da Unindo Corações no Rio de Janeiro, a Eunice de Almeida e ela me permitiu deixar que todos os visitantes do blog podessem participar e estou extendendo esse convite para você agora através do link abaixo


O espaço que você vai doar trabalha com os mestres ascencionados, uma beleza de lugar, pode ser qualquer valor e você pode assistir e praticar EFT e você sabe como sou uma pessoa prática e sempre vai existir muito para trocarmos nas aulas abertas, que da minha parte será gratuita


Posso adiantar que o assunto é chacras  e autossabotagem financeira então se quer ver melhores resultados em poder pessoal você precisa participar dessa palestra


Enfrentando seu sabotador interno financeiro com EFT

• Detecte os Sintomas de autossabotagem financeira

• O que se experimenta de dons e capacidades quando se tem mais dinheiro?

• Descortinando o sabotador interno e transforme-o em aliado para manifestar mais 

dinheiro em sua vida já.

• Passos indispensáveis para autoaplicação de EFT (acupuntura emocional sem agulhas)



Unindo Corações no Rio online te espero por lá nesse sábado,14h e grata por compartilhar essa palestra minha gratuita e lembre-se o valor da doação será para manter esse espaço de luz e transformação pessoal então mesmo que não possa participar, colabora se poder com qualquer valor


bom proveito 
rica quinta para você e dá-lhe EFT 
Nara Müller
professora, autora e agente transformacional em EFT

sábado, 26 de julho de 2014

O filme planeta dos macacos e o que podem fazer traumas não tratados na vida dos seres vivos...




Ontem assisti o filme Planeta dos Macacos- o confronto e fiquei impressionado como tem um forte cunho emocional impresso em todo o filme, além dos efeitos especiais trabalhados primorosamente nas fisionomias dos primatas.
Tudo começa com um tiro inesperado de um humano em um dos macacos no meio da floresta e os gatilhos emocionais acionados em todos que haviam sofrido com o cativeiro, principalmente o primata Koba.
O macaco mais mal tratado durante os tempos do cativeiro nunca esqueceu como foi machucado e traumatizado por isso e tinha uma aversão aos humanos a ponto de provocar uma rebelião quando quase matou Cesar, que lhe representava o símbolo de ser serviçal e de obediência aos humanos.
Muitas pessoas passam assim a vida inteira com suas feridas emocionais sem dar-lhes a devida atenção e acabam transformando suas vidas e vibrações  em revolta e amargura. Tem ainda os que desejam nunca mais passar por experiências parecidas, como se só existisse esse tipo de processo na vida: a vivência do trauma.
E qual a sua situação: de passar a vida inteira acostumado a carregar bagagens emocionais desnecessárias ou na vibração no novo e do melhor para si?
O trauma bloqueia a malha energética, como definiu Gary Craig, criador da técnica EFT.
Com o uso da EFT é possível eliminar esses bloqueios provenientes de traumas, como já fez comigo, meus clientes e milhares de pessoas ao redor do mundo , tanto em vítimas de guerras, bem como provenientes de traumas cotidianos da vida de cada um.
Veja os vídeos que explicam para cada caso como proceder com EFT nos bloqueios na malha energética corporal clicando aqui







sexta-feira, 25 de julho de 2014

Filme Donnie Darko ( 2001) a rejeição de si e de seus comportamentos



Eu pude assistir esse filme hoje e fiquei realmente surpresa como a rejeição faz com que as pessoas queiram coisas diferentes em suas vidas, muitas vezes querendo renascer para poder ter outros resultados ou fazer uma viagem no tempo para remediar os erros e as coisas e atitudes inaceitáveis feitas e percebidas a seu respeito.
Donnie Darko é um adolescente que usa remédios tarja preta por problemas na escola e tem um amigo imaginário que o força a fazer muitas coisas ruins e se incomoda muito com suas atitudes.
Você pode não ser meio doido como o personagem do filme parece ser, mas o quanto anda se rejeitando? Querendo que as coisas tivessem sido diferentes? O quanto gostaria de ter um novo recomeço para mudar seus erros?
Se seu passado não foi como esperava, ou seus defeitos não mudam, e por isso já pensou em até ter uma nova vida para refazer seu caminho e dessa vez acertar seus passos, eu tenho uma boa notícia para você: a vida todo dia te dá uma nova chance de recomeçar, de fazer tudo diferente, como se fosse uma nova vida a cada dia, o que você acha desse conceito?

Mas se seus erros e defeitos são inaceitáveis eu recomendo que faça as sequências de EFT contidas nesses vídeos do link que segue


quinta-feira, 24 de julho de 2014

Filme 7 vidas- um ato errado e será que precisamos pagar com a nossa liberdade de escolha para progredir?


 

Will Smith é o ator principal de uma história de uso de celular na estrada e o que pode resultar: além das mortes, que no filme foram 7, a culpa e determinação que merecia salvar então 7 vidas para se redimir, mas para isso precisava tirar a sua própria.
Será que é assim que precisamos viver, nos culpando por fazermos aquilo que temos condições de fazer? E os outros na estrada estavam em que condição vibracional quando atraíram esse tipo de acidente considerado inconsequente pelo motorista que usava o celular com o carro em movimento?
Eu tenho uma cliente que por ter abortado, nunca se perdoou e por isso vive uma vida infeliz com seu atual namorado, depois de vários relacionamentos fracassados como outros tantos, tudo depois de ter cometido tais abortos e também não se trata, continua na mesma, remoendo a culpa e tentando esquecer até que sente essa culpa como forma de punição. Briga com o atual namorado como forma de manter o amor distante, como se não merecesse. Conhece a EFT, mas não aceita se auto aplicar, quem dirá continuar vindo para atendimentos.
Tenho uma ex cliente e amiga que sabe que tem culpa por mimar o filho demais, sabe que faz isso por culpa de estar grávida quando enlouqueceu pela traição do marido e se alimentar mal durante a gestação por isso, mas não acredita que vai ter outros resultados, pois no final não acha que merece ter paz e liberdade para mudar de cidade, pois sempre pensa que o filho vai precisar dela, mesmo ele tendo 26 anos.
Como um acidente de carro que tive aos 16 anos com minha mãe no volante e minhas memórias residuais sobre o assunto me fizeram passar muito trabalho na minha última viagem, pois parecíamos que íamos bater a qualquer momento nas pistas estreitas no caminho montanhoso até Mussoorie, na Índia. Eu no meio do desespero me dei conta que não poderia ser só eu me sentindo tão mal com o trajeto e meu marido e os outros na estrada nada sentindo nem passando tanto trabalho emocional. Para mim foi um trajeto de subida que parecia que nunca ia terminar, como uma tortura sem fim.
Eu me sentindo mal e, ao mesmo tempo, me observando e me perguntando por que eu me sentia tão mal e tão em pânico com as curvas fechadas daquela estrada, se eu nunca tinha tido um medo desesperador assim.
O trajeto só me fez lembrar, servindo de gatilho mental para tal, do acidente de carro nos meus 16 anos de idade e que o fato não estava totalmente passado a limpo. Tinha um fator oculto: a culpa. Eu me sentia culpada pelo acidente, pelos ferimentos, pelos gastos, pela vergonha minha por tudo o que aconteceu e que minha mãe teve que passar no tribunal, que no final a considerou inocente pelo acidente com o táxi, pois a placa de pare estava coberta por galhos de uma árvore, mas não me tirou a culpa de ter que fazê-la ir para a diretoria do clube naquele dia, por motivo de um mal entendido no domingo anterior por minha causa.
Depois do acidente, passei 2 anos sentindo o impacto de algo por de trás, pois no dia do choque com o táxi, minha irmã estava sem cinto e se projetou no banco da frente onde eu estava sentada, pela inércia, com todo seu peso. O meu corpo conseguiu digerir o trauma do impacto inesperado nos dois anos seguintes, mas não fez questão nenhuma de permitir digerir completamente o evento por estar na vibração da culpa e vergonha.
Um evento que havia acontecido tinha 30 anos e eu guardando toda essa resistência como forma de autopunição como resultado da culpa (errei) e vergonha (eu sou um erro).
Fiz muitas sequências de EFT para esse evento de 30 anos e o que ainda sentia de desconfortável sobre o evento principalmente a meu respeito e, para minha surpresa, 3 dias depois já estava subindo e descendo aquelas montanhas com estradas estreitas, movimentadas e curvas acentuadas de Mussoorie sem sentir nada, como se eu fosse outra pessoa.
Anterior a esse evento da estrada sinuosa, eu já tinha me dado conta do desconforto pequeno que sentia quando andava de carro nos últimos tempos, mas não tinha tido tempo para aplicar a técnica para isso, pois estava trabalhando outros objetivos e tarefas com EFT.
O que aconteceu comigo e para os outros casos sitados, inclusive do filme é a falta de perdão de si.
Veja outras causas para a falta de perdão no áudio que segue ( esse curso completo que aparece anunciado no final do áudio está fora do ar pois o carrinho já fechou mas pode aproveitar as sequências de EFT para seu próprios resultados) e suas consequências e como EFT pode ajudar.


O perdão melhora o relacionamento primeiro com você mesmo e depois com o mundo que te rodeia. Tem o audiocurso Desenvolvendo Relacionamentos Mais Saudáveis com EFT, que você pode conhecer clicando aqui.

Rico dia para você com EFT!


segunda-feira, 21 de julho de 2014

Veja se você perde energia com a felicidade vinculada e resolva isso com EFT




Rica semana para você que passa por aqui!

Sente que só vai ser feliz ou ter paz se:
  • tiver um melhor emprego
  • um melhor relacionamento ou um relacionamento ideal, ou uma família bacana
  • melhores amigos, ou amigos que lhe apoiem mais
  • melhor saúde
  • ou se livrar de seus defeitos ou erros do passado.
Se se identificou com algum dos ítens acima, isso significa que está sobre o efeito de uma genda secreta, como cita a norteamericana e especialista em EFT e poder pessoal Margaret Lynch.
Uma agenda secreta faz com que você vincule sua felicidade a algo no futuro que nem existe e que também não está sendo construído agora, pois está vibrando na falta, na insegurança, na infelicidade.
Para isso criei uma sequência que além de permitir sair da agenda de falta de paz e infelicidade do momento presente, lhe remove o vício de fugir que todo mundo tem instintivamente no corpo por assim agir.
Substitua a palavra trabalho na sequência pelo o que você acha que lhe falta hoje para ser feliz, que pode ser paz nos relacionamentos, melhor saúde,ou qualquer outro objetivo seu que parece que lhe tira a paz.
Boa sequência de EFT para você!


No ponto de caratê

Mesmo que eu ache que só vá ser feliz se tiver outro trabalho que não sei ainda qual é, eu me aceito profunda e completamente
 ( no ponto de caratê sempre 3 vezes)

nos outros pontos

eu estou infeliz no meu trabalho
acho que só vou ser feliz se tiver outro trabalho
só acho que vou ser feliz se minha vida for diferente
e não consigo aproveitar minha vida agora por causa disso
a vida não é nada do que eu espero
nada do que eu desejo
eu fico assim todo o tempo infeliz
 minha felicidade depende do meu trabalho
eu botei toda minha felicidade no meu trabalho
e não está sendo uma experiência nada boa
uma vida infeliz é o que estou tendo
tenho muitos medos
( cite seus medos relacionados a seu trabalho atual, um em cada ponto)
de nunca conseguir me estabilizar e ter o que quero emocional e profissionalmente
para fugir de todos esse problemas
eu decidi jogar minha felicidade em um futuro inexistente
em que nem estou construindo nem física nem emocionalmente, muito menos vibracionalmente.
eu quero mesmo é fugir de tudo isso
quero me mandar desses problemas com meu trabalho
estou com poucas aulas para me manter
 não estou gostando de fazer o que faço porque...
tudo isso me perturbando
não me dando paz
eu acho que só vou ter paz em um outro trabalho
gosto de administrar mas não tenho dinheiro para começar
gostaria de já não estar mais nesse trabalho
mas a verdade que aqui não me sinto feliz nem produtiva
não me sinto realizada nem gosto de preparar as aulas
é muito chato preparar as aulas porque...
( completa depois dos pontos)
não sei o que vou fazer agora para me sentir animada
então escolhi viver em um futuro inexistente como forma de não enfrentar todas as minhas dificuldades de agora
minha vida é um lixo e eu detesto isso
então viver no futuro eu vou fugir mais uma vez das complicações de agora como já fiz na minha infância e me salvou por algum tempo
não é seguro ficar aqui
estou desgostosa com o que vivo aqui porque...
estou cançada de ter tantos medos aqui no meu trabalho
( cita os medos)
eu honro que estou projetando minha felicidade sem nenhum planejamento, e quero ser uma administradora assim
eu honro que estou completamente infeliz agora e fujo de ter essa vida como o diabo da cruz
essa vida infeliz no trabalho eu não quero mais, na verdade queria fugir de tudo, como se estivesse no piloto automático de fugir, sempre fugir, sempre me desviar dos problemas, pois já tive muitos que não quero encarar
não vale a pena encarar mais problemas
estou no piloto automático de fugir
meu corpo está acostumado a fugir
eu percebo isso
qualquer dificuldade que se soma as que já tive me faz só fugir
meu corpo não se sente bem se eu não fugir
eu escolho soltar a necessidade de agir instintivamente todo o tempo
esse vício de fugir que tenho em minhas células
esse vício de fugir que tenho em minhas articulações
esse vício de fugir que tenho em meus neurônios
esse vício de fugir que tenho nas minhas juntas
esse vício de fugir que tenho nos meus ossos
esse vício de fugir que tenho nos meu pulmões
esse vício de fugir que tenho nos meu órgãos
esse vício de fugir que tenho nos meus neurotransmissores
esse vício de fugir que tenho na minha pele
esse vício de fugir que tenho no meu olfato
esse vício de fugir que tenho na minha audição
esse vício de fugir que tenho no meu paladar
esse vício de fugir que tenho na minha aura
esse vício de fugir que tenho no meu campo de energia
no ponto de caratê novamente
eu te dou permissão corpo para liberar esse vício de fugir como forma de defesa de tanta agressão , já foi útil mas agora não é mais necessário
por isso meu corpo você pode liberar essa necessidade de ser viciado em fugir pois agora percebo que isso não resolve nada

No ponto de caratê novamente


eu dou permissão sistema nervoso para você ser liberado da obrigação de reagir fugindo de todos os problemas que me aparecem pois escolho perceber que você está sobre tensão e não está resolvendo os problemas com a fuga. Corpo, te libero da obrigação de reagir somente fugindo, para ter mais paz em mim agora, ser feliz agora, nem tudo é tão perigoso como foi na infância, eu te permito relaxar mesmo assim.

E dá-lhe EFT!

domingo, 20 de julho de 2014

Um poema e sequência de EFT pelo dia do amigo



Eu sei como é importante poder ter com quem contar, e por isso hoje homenageio o melhor amigo que se pode ter no que escrevi abaixo.


"Hoje eu vejo meu melhor amigo, pois assim decidi fazer
Hoje compreendo que nunca estou sozinho, pois escolhi perceber assim
E esse amigo inseparável e para a vida inteira que possuo, que vai onde eu vou,
Que está sempre do meu lado eu me permiti ouvir e sentir suas necessidades, seus conselhos
A vida ficou com muito mais sentido depois que percebi essa amizade sem fim
Essa amizade que identifico na fala que travo comigo
No cotidiano com outros e quando estou fisicamente sozinho
Essa associação feliz que decidi abraçar e deixar me envolver por completo
Nessa vida e para todos sempre
Essa pessoa que posso contar todo o tempo que posso ver no espelho se desejar
Pois me criticar não é preciso, só me ouvir e seguir
Pois me condenar não é preciso, somente me permitir ser eu mesmo
E essa sim é uma amizade que sustenta, que alimenta, que anima e complementa:

A amizade incondicional por mim mesmo."

É bom ser amado por outros, mas não vai ter o menor valor se o convívio consigo for insuportável ou inaceitável.

Uma sequência de EFT para o dia do amigo então.

No ponto de caratê
Mesmo que meus amigos parecem não serem tão legais comigo, eu escolho ser legal comigo e estar do meu lado
Mesmo que eu adore ter amigos eu escolho aceitar minha companhia mesmo quando estou só fisicamente
Mesmo que meus amigos sejam maravilhosos, eu escolho me apreciar mesmo assim

Nos outros pontos
Como gosto de ter amigos que me apreciem e me valorizem
Mas sei também que posso me valorizar, aliviando a dependência de ser reconhecida pelos outros para poder me apreciar mais
Como eu gosto de amigos sinceros
Mas sei que posso baixar os julgamentos a meu respeito para poder me ver integralmente, poder me sentir mais e assim suprir minhas necessidades mais urgentes e intransferíveis
Adoro ser suportada por meus amigos
Mas sei que se eu não estiver do meu lado, eu vou perder o contato comigo, pois ninguém se abre com tantas críticas
Fico muito feliz quando recebo presentes de amigos que me rodeiam
Mas sei que o maior presente da vida é poder estar do meu lado, me ouvir mais, me apreciar mais e todo o resto vem como bônus pelas leis da atração
Meus amigos são importantes
Mas sei que poder contar comigo, estar do meu lado não tem preço e não é obrigação de ninguém fazer a minha parte na minha amizade comigo
Eu aceito que minha primeira missão seja comigo mesmo, então eu aceito essa missão como meu mais alto bem, como meu direito divino natural, por mim e o reflexo que isso pode gerar na vida que me rodeia é um extra que eu também aceito com alegria e entusiasmo da vida.

Rico dia de amizade por você hoje e sempre!

sexta-feira, 18 de julho de 2014

Um exemplo nos estudos que serve para toda uma vida e em diversas áreas





Tive a oportunidade desse semestre de dar, mais uma vez, aulas para formandos dentro do curso técnica em que atuo e foi incrível ver como não acontecia tem muito tempo, uma turma grande se  formando com todos os integrantes.
Não é que o curso seja impossível de ter formandos, mas o que fez realmente a diferença foi a escolha do grupo por se unir em prol de todos se formarem nesse semestre e para isso uniram-se uns para ajudar com as dificuldades dos outros.
Essa escolha pela união ocorreu desde o semestre anterior, onde todos começaram a trocar informações, vindo para a escola em outros horários e nos finais de turno, nos horários livres para uns ajudarem os outros inclusive emocionalmente para avançarem nas disciplinas com maior dificuldade.
Em alguns momentos pude ajudar a turma com EFT nos medos que apareceram antes das provas mais temidas por todos.
Essa foi uma turma ímpar realmente para mim, pois ensinei a EFT na primeira disciplina do primeiro semestre e eles continuaram usando até o final do curso.
No início era uma turma como qualquer outra: uns não conheciam os outros e as afinidades tiveram que ser construídas com o passar do tempo.
No final só podia dar coisa boa: o grupo além de ficar muito unido, superou todas as dificuldades nas disciplinas e todos se formam juntos no final desse semestre.
Esse grupo fica como um grupo especial na minha vida, pois vejo claramente o poder de escolher conscientemente pela união e fazer acontecer o seu objetivo na vida.
Também fica o saldo positivo que se conseguiram superar disciplinas e diferenças interpessoais ao longo do trajeto, isso significa que podem muito mais.
E isso vale para todos que de alguma maneira já se superaram em algo, já realizaram algo, já cumpriram algo.
Minha gratidão por poder ser testemunha do êxito do poder das escolhas mais uma vez!
Desejo muito sucesso a essa nova turma de técnicos, que além de decidirem por sua formação, decidiram pelo caminho e o poder da união para tal feito, facilitando suas próprias vidas e fazendo amizades para toda uma vida, além dos resultados colhidos.
Mostra também que podemos construir famílias afetivas por onde passarmos, por escolha, por objetivos e ter resultados muito mais profundos com isso, apesar de parecer que uma profissão técnica pode ser somente algo que envolve números e trabalho mental.
Fica aqui a mensagem de estímulo e inspiração para todos que desejam atingir objetivos e como podem se exercitar com isso que é o que mais importa!
Um grupo que vai deixar saudades para todos que trabalharam com eles com certeza pelo amor que poderam demostrar em grupo apesar das adversidades!

Meus parabéns pela formatura e pela atitude!

terça-feira, 15 de julho de 2014

Mais um depoimento com o uso da EFT para a Síndrome do Pânico e mais dicas na autoaplicação



Eu tenho muitos casos de pessoas que se livram definitivamente e de forma rápida de transtornos emocionais com o uso da EFT.
Como o pessoal anda me escrevendo muito para tirar dúvida sobre o assunto, no final desse texto tem dicas importantíssimas, bom proveito.
Tem o caso do depoimento da Syll Riberto que somente com meus vídeos não usa mais medicamentos tarja preta para a síndrome do pânico.

Ela comenta na sua mensagem deixada no meu facebook:

“Fato: A prática diária da EFT combate a Síndrome do Pânico. Dois meses sem usar Clonazepan. Até dormir eu durmo agora.”

Verbalizar seus medos e toques suaves nos pontos das extremidades de alguns meridianos é o começo de tudo, depois o resgate da parte rejeitada de si por ser assim por tanto tempo faz o polimento para ficar do próprio lado apesar das coisas, dos fatos e principalmente se disponibilizando para curar as próprias feridas emocionais apesar de não ser como esperava, ou ter feito muitos atos intoleráveis.Para tal resgate de si e energias perdidas da pessoa que foi durante os surtos da síndrome do pânico, eu uso nos atendimentos individuais a técnica dos espelhos em que a pessoa consegue fazer as pazes consigo e também se permite a autocura, de uma forma muito impressionante e rápida.
Eu sempre recomendo a carta desabafo como vídeo para aprender a começar a auto aplicação que você pode ver aqui, que serve para todos os tipos de desconfortos, não somente o caso da síndrome do pânico.



domingo, 13 de julho de 2014

Detecte os medos que te impedem de ter uma relação interpessoal transformadora


O ser humano é feito para se relacionar, não somente para ser suprido no que lhe falta na vida, mas também para troca de experiências e uma melhor visualização da etapa pessoal de vida em que está.
Nessa convivência, sempre ouvi a história que precisamos ser autênticos, mas nunca percebia qual a importância e como estamos nos bloqueando em sermos autênticos.
A importância de sermos autênticos é ligado diretamente a nos vermos integralmente, pois se temos medo do que somos ou não gostamos de nós, vivemos um mundo de máscaras, que normalmente chegam a um nível insuportável, levando até a depressão. Essa desconexão do que se é, nos leva a não reconhecermos o que sentimos, o que precisamos e o que realmente é importante na nossa etapa de vida e tudo isso é viver no piloto automático, já que nossa percepção de nós está bloqueada por esse distanciamento interno.
Nos relacionamentos interpessoais tudo isso se reflete diretamente no medo da perda, pois internamente já se perdeu a conexão com o que se é, então vivemos dizendo as coisas pela metade, vivendo uma vida normalmente muito menos que espetacular como poderia ser.
Como detectar que estamos agindo pelo medo de perder nos relacionamentos:
1)      Não dizemos não quando queremos dizer- e isso vai das pequenas coisas até as maiores e toda a culpa que vem depois disso. A culpa nesse caso é importante não para ser eliminada, mas para que sintamos que estamos tendo uma conduta errada para nossa etapa de vida. Muitas pessoas já vão diretamente fazendo EFT para eliminar a culpa, mas o que elas precisam realmente fazer é assumirem que tiveram uma atitude inadequada para sua etapa de vida e repensar os conceitos. A culpa existe no ser humano como forma de expressar a sua necessidade de assumir atitudes e rever possibilidades para resultados diferentes.
2)      Ter medo de dizer a verdade, desde que se esteja em um ponto de paz para tal. Normalmente as pessoas acreditam que dizer a verdade é algo que se diz somente com calma, com palavras suaves. Muitas vezes as pessoas estão no transe de viverem as mesmas coisas e precisam de palavras que realmente tenham energia, e ser enérgico efetivamente é a melhor saída nesses casos. Ser firme não significa que se está sendo rude, é só para que o outro sai do transe da rotina de agir sempre igual. Uma maneira de saber se estamos com medo de dizer as coisas é ver quantas vezes nos sentimos mal em dizer algo.
3)      O medo de magoar o outro. Claro que não vamos sair atropelando os outros com tudo o que nos passa na cabeça, mas podemos dizer as coisas de um ponto de paz, buscando nosso centramento primeiro com EFT, e o primordial é estarmos do nosso lado e o outro tem o direito de pensar o que quiser e a maioria é magoável pois ainda busca a opinião do outro para se valorizar, algo que não faz consigo.
4)      Medo de mostrar os limites para as pessoas. Esse tipo de medo imprime mais mensagens escondidas. Uma dessas mensagens é a de acreditar que as suas crenças devem ser iguais as dos outros, pois estão certas. A outra mensagem muito comum é que o todo mundo deve saber quais são os limites, mas não existe um manual do ser humano para isso. Cada um é diferente e vai encarar a vida de sua maneira. Para tal, mostrar limites de forma firme, às vezes, se faz necessário para que as pessoas possam ter uma convivência melhor, mais produtiva e mais agradável para todos os envolvidos.
5)      Medo de perder a amizade, ou o contato, ou o relacionamento. Quando isso acontece é porque já perdemos o contato consigo em algum nível e o outro só está nos revelando isso. Esse medo da perda é só uma crença, pois somos todos interligados e não tem como separar por essa razão. O que pode acontecer é que o outro não queira o que você quer, pois não está no seu momento de viver isso, então a solução e seguir em frente, pois com um planeta com mais de 7 bilhões de habitantes é impossível que não se possa ter uma nova proximidade e se realmente ficarmos sozinhos no meio da jornada por algum tempo é motivo para comemorar o espaço que podemos ter conosco para nos vermos melhor, para nos apoiarmos mais, para suprirmos as nossas necessidades que estão ao nosso alcance.
Para tudo isso mudar, depois de percebido, eu recomendo muita EFT para esses medos de forma detalhada, até que as notas zerem, ou os medos percam o sentido.
Para ver um vídeo de como usar a EFT de forma mais efetiva clique aqui
Para criar relacionamentos mais saudáveis com você e com o mundo que lhe rodei clique aqui
Veja também outros audiocursos sobre o assunto para relacionamentos na loja virtual clicando aqui

terça-feira, 8 de julho de 2014

Conformado com laudos médicos? Veja como isso pode estar lhe prejudicando


Hoje vou confessar que estou provocativa. E vocês vão ter que me desculpar por isso, pois normalmente pareço imparcial nos meus comentários, mas como sei que uma das minhas missões é lhe inspirar para usar seu próprio potencial a seu favor e também no mundo que lhe rodeia, tenho certeza que vai entender que minha provocação é para isso que vai servir hoje.
Eu vejo cada dia mais gente conformada, principalmente com suas doenças depois de laudos médicos que dizem que é algo hereditário ou que não tem como resolver de outra maneira a condição de saúde encontrada a não ser esperar a morte chegar.
Outro dia umas duas pessoas super energizadas que conheço, chegaram no local de trabalho tão murchas que tive que perguntar o que estava acontecendo com elas. As duas me falaram sobre doenças encontradas nelas como diabetes e câncer. O abatimento delas foi muito visível, pois estavam completamente sem vitalidade, como se suas vidas estivessem sendo sugadas por um buraco negro. Tenho muitos outros amigos nessa condição de diabetes depois dos 45 anos de idade e acho isso nada normal, nem hereditário tão pouco.
Será que a hereditariedade é algo que realmente foi feito para mandar na sua vida, ou ainda é somente uma visão a mais de vítima que precisa ser trabalhada em si? Se não for essa a mensagem sobre o vitimismo, qual será? Ou se conformar como uma bola murcha emocional é o suficiente?
Para responder a essas perguntas, vou citar uma série de pessoas que não  se deixaram vitimar por laudos clínicos: autora e rainha das afirmações Louise Hay ( câncer de útero), Dr Wayne Dyer ( Leucemia), o neurocientista Dr David Servan-Shreiber ( duas reincidivas de câncer cerebral), entrevistadora KrisCarr ( sobrevivente sem cirurgia de linfoma em grau terminal a mais de 15 anos), a neurocientista e palestrante Jill Bolte Taylor ( derrame cerebral e remoção de coágulo do tamanho de uma bola de golfe do cérebro).
Para não dizer que só falei de gente superpoderosa, tenho dois vizinhos que sobreviveram ao câncer, um cerebral e outro reincidente, que uma delas entrevistei e o que isso mudou em sua vida, como o câncer propiciou um novo entendimento de si. Eu mesmo eliminei muitas dores físicas, inclusive uma bursite, com o uso de EFT sem medicamentos e minha história você pode ver um pouco clicando aqui.
Tenho uma série de testemunhos sobre resultados físicos com EFT e você pode clicar aqui para ver.
Não vou enganar você não dizendo que existem 3 grandes fases da doença ou de um trauma: a negação ( revolta), a tristeza ( depressão em algum nível) e a aceitação. Mas jamais entenda aceitação como conformismo. A aceitação lhe leva ao reconhecimento de qual é sua etapa e a energia para tomada de medidas para resultados diferentes se desejar. A aceitação lhe traz paz , pois você para de lutar contra os fatos e usa sua energia para seu melhor, ao contrário do conformismo que lhe deixa parado sem ação, sem saída, desanimado.
Não posso lhe negar a informação que as pessoas acima que promoveram sua autocura, além de fazerem o que era necessário fisicamente, também cuidaram das suas emoções tóxicas, sentimentos represados, traumas e bagagens de passados não completamente digeridas, não somente com o uso de afirmações, mas com técnicas complementares que vão além da medicina tradicional.
Por exemplo, no livro de Louise Hay, você pode curar sua vida, ela tem um capítulo cheio de técnicas para o corpo, mente e espírito para cura integral do ser, não usando somente afirmações, pois a mesmas não foram suficientes para sua sobrevida de mais de 20 anos da descoberta do câncer que se curou em 3 meses. Ela usou variadas técnicas, entre elas acupressão e hoje ainda usa EFT para as emoções remanescentes de maus tratos e abusos de seu padrasto na sua infância que ainda aparecem e você pode encontrar seu testemunho com o uso da EFT em vídeo clicando aqui.
Wayne Dayer também usa EFT para emoções residuais de desconfortos emocionais de seu passado que você pode ver aqui nesse vídeo.
Claro que vamos precisar usar nossa coragem para nos vemos integramente, mesmo que estejamos doentes, nos sentindo com isso desprotegidos, inseguros, infelizes e inferiores.
Mas a boa notícia é que todos podem fazer a escolha pela coragem para poderem viver melhor, com resultados mais apropriados para sua etapa de vida, pois a coragem já mora em nós , bem como todas as outras características.
Minha indignação é com quem ainda vive vitimado e com pena de si , que tenho certeza que não é seu caso, pois o que acontece com a vitimização é que além de atrairmos mais dessas doses de desconforto, para tomarmos uma atitude de mudança vibracional, também estamos cooperando para um mundo de vítimas e algozes dentro do inconsciente coletivo, também conhecido por Deepak Chopra, como efeito sombra coletivo. Se quiser ler o resumo do livro o Efeito sombra clica aqui.
Diga não ao conformismo, a hereditariedade, ao "coitadinho de mim", e realmente estará cooperando para um mundo melhor para você e no aqui e no agora, seu único momento de real poder!
Rico dia de aceitação consciente e ação coerente para o seu mais alto bem!
Se quiser fazer o minicurso gratuito alívio da dor clique aqui
Se quiser conhecer as principais causas emocionais dos desconfortos físicos clica aqui para o audio tratamento gratuito
Se quiser conhecer o audiocurso alívio da dor clique aqui




sábado, 5 de julho de 2014

Aprendizagem versus evolução, veja um atalho para tal mudança vibracional e resultado existencial

Bom proveito nesse audio para um atalho fenomenal nos seus resultados evolutivos!



Quer o script desse audio clique aqui

Descubra o que está lhe impedindo de aplicar seu conhecimento já adquirido


Eu fico muito contente em ter informação e insights para compartilhar com você e por ter mais possibilidades na minha vida de poder viver mais meu pleno potencial e poder estimular outros a isso também.
Mas sabe como é a mente, adora comparar coisas e fica nos instigando a isso já que é esse seu papel, então cada platô novo que atingimos, fica uma nova etapa de comparação e escolha sobre se continuamos acreditando na mente como sendo nosso guia ou se continuamos seguindo a liberdade de sermos o que somos, propiciado pelo coração, a central da compaixão e do amor incondicional, que nos dá sempre a oportunidade de viver cada caminho e de trocá-lo quando desejarmos, pois todo caminho tem seu valor, seu aprendizado, seu exercício.
Já se pegou se culpando ou cobrando por ainda não ter mudado¿ Isso é porque você está comparando seus conhecimentos com sua vibração e isso é uma batalha secreta que consome toda sua energia e o afasta do primeiro estágio de criação de outros resultados em sua vida, que é o que acontece quando estamos aceitando os fatos como são. Só assim conseguimos perder menos energia e ter mais opções conscientes de novos caminhos.
Quando estamos focamos na força para mudar, no empenho para mudar, no esforço para novos resultados, tem um grau de conflito oculto que muda seu foco da mudança para a batalha.
Claro que é bom aplicar os conhecimentos, e quanto mais rápido melhor, mas ter tolerância consigo é o meio mais lucrativo energético que o ser humano pode experimentar na sua vida.
Sendo tolerante conosco, nos vemos melhor, pois não estamos no módulo de defesa, porque estamos do nosso lado.
Sendo nosso apoio, não ficamos tão na dependência do que os outros vão achar de nós, e nos damos à chance de mudarmos nossos pontos de vista na nossa velocidade, não na que o mundo quer ou exige ou tenta nos obrigar.
Como então detectar se está contra si mesmo no processo de mudança:
1)      Nas coisas mínimas que saem de controle, já fala mal até mentalmente, que pode ser na hora da queda de um objeto. Essas pequenas ou grandes agulhadas emocionais, só nos afastam de nos vermos melhor, pois quem se abre perante tantas agressões¿
2)      Se sente inferior a outras pessoas em alguma área. A comparação é uma das mães da depressão. Somos únicos e por isso quando se pegar comparando seus atos, corpo, pensamentos e saúde, procure relembrar isso. Comparar-se é uma maneira de se manter afastado de si e por isso é uma atitude que pode nos levar além da tristeza a depressão, que é o afastamento do que realmente somos, pois o outro é nosso foco e não nós.
3)      Não se perdoa pelo passado em atitudes, falas e pensamentos. As famosas expressões: eu era para ter feito diferente, era para ter mudado, era para ter visto, eu era para estar em outro patamar não mudam os resultados que temos da vida e só nos colocam mais para baixo, e mais distantes de nos vermos melhor.
4)      Não consegue dedicar algum tempo para se ouvir, ou tem tantas vozes na cabeça que é melhor não se ouvir. Evitar os diálogos mentais é uma maneira de luta, deixa-los fluir sem se envolver emocionalmente é a menos maneira de que eles passem e para isso recomendo que seja aplicada a EFT para todas essas falas e como elas incomodam até hoje. Use sua coragem a seu favor dando vazão para essas falas depreciativas pela última vez, com todo seu empenho como adulto que é, pois esse é seu direito divino natural de ter paz em sua mente para ouvir melhor seu caminho a partir dos sinais corporais. Seja sua prioridade, pois além de não ser obrigação nenhum de outros lhe priorizar, ainda vai lhe dar paz imediata, mesmo que no início da auto audição ocorra alguma turbulência pela quantidade de informação reservada pela luta contrária a se ouvir e deixar os pensamentos irem através de uma técnica de desbloqueios tão eficiente como é a EFT.
5)      Só percebe o que não está dando certo em si e na vida com os outros. O foco na direção do desconforto sem a aplicação de uma técnica para desbloqueio faz com que o mesmo se reforce e vira um ciclo vicioso e acaba atraindo  “a nuvem do Patolino” como um dos resultados indesejados.

Para todos os casos acima aplique EFT, batendo suavemente nos pontos e veja sua mudança no final de cada sequência.
Veja um exemplo de sequência que pode ajudar a diminuir as cobranças ocultas

Ponto de caratê
Mesmo que eu já tenha o conhecimento e não aplico eu escolho me apreciar mesmo assim (3X)
No outros pontos
Eu já tenho o conhecimento e não me aplico
Eu já era para ter mudado
Já era para ser diferente
Eu não me aceito assim
Eu queria já estar em outro patamar
Com tudo o que sei
Já era para estar em outro nível
Me sinto medíocre as vezes
Pois não consigo aplicar completamente meu conhecimento
Eu vivo assim aprendendo para que
Como posso ser assim tão empacado
Tão inconsequente
Tão displicente
Ao ponto de não ver que estou me prejudicando
Sei que deveria estar aplicando mas não aplico
Conheço mas não aplico
Que incompetência é essa que eu rejeito completamente
É difícil me aceitar assim
Displicente, indisciplinado e injusto comigo mesmo
Eu honro o que sinto a meu respeito  nesse momento.
Segue agora uma nova sequência, depois que as notas reduzirem para 1 ou 2 sobre se sentir indisciplinado, incompetente em aplicar os conhecimentos adquiridos.
Ponto de caratê
Mesmo que eu ainda não aplique completamente os conhecimentos que adquiri, eu escolho pegar leve comigo, pois pegar pesado não muda nada(3X)
Nos outros pontos
Eu ainda não consigo me ver rendendo nessa vida
Não evoluo como gostaria
Mas também pegar pesado comigo não tem dado nenhum resultado diferente do que já tenho
Pois parece que quanto mais me cobro, mas me ponho para baixo, menos resultados tenho
E isso é injusto para mim que parece que ainda perco mais tempo
Eu fico imaginando como seria eu diminuir as cobranças de mim mesmo
Só para variar
Pegar menos pesado comigo
Só para me dar uma trégua, já que de outra maneira não está dando resultado mesmo
Eu fico imaginado poder tirar esse peso da perfeição de cima de mim
E admitir que sou apenas humanos
E tento e erro como forma de experimentar meu potencial como todo mundo
Eu começo a pegar mais leve comigo, já que pegar pesado nunca deu resultado sem batalha
E normalmente o resultado é mínimo
Eu fico imaginando como seria eu estar 100% do meu próprio lado me apoiando, me respeitando, sendo meu melhor amigo
E assim planejar o melhor para mim, e perceber que falar também é caminho
Quero é claro o atalho para crescer espiritualmente
Então vou experimentar estar do meu lado com menos cobranças e maior apoio do que sou
Eu fico imaginando como seria estar integrado completamente como tudo o que sou, sem medo de me ver e me mostrar para mim mesmo
Sem amarrar ou véus para me enxergar plenamente e assim ouvir claramente os sinais que o corpo tem para mim
Eu permito que minha vida seja guiada por minha sabedoria interior, a do meu corpo e escolho ouvir essa sabedoria com maior paciência e entusiasmo
Eu escolho me aceitar integralmente.

Respire fundo e veja como se sente consigo. Muitos sentem um calor no peito quanto encerram esse tipo de sequência, pois estão mais compassivos consigo e isso indica que estão mais do seu lado. Outros choram com o amor que agora começam a experimentar e a sensação de alívio de se tratarem melhor pode ser expresso em lágrimas.

Rico dia de EFT para você e se quiser ver mais vídeos sobre rejeição seguem alguns clicando aqui

Um dos meus audiocursos que trabalham a rejeição de si é o EFEITO SOMBRA que você pode conhecer clicando aqui