PARA VIDEOCURSO SOBRE FINANÇAS GRÁTIS CLIQUE AQUI

PARA VIDEOCURSO SOBRE FINANÇAS GRÁTIS CLIQUE AQUI
PARA VIDEOCURSO SOBRE FINANÇAS GRÁTIS CLICA NO CARTÃO ACIMA

sábado, 4 de novembro de 2017

Compreensão sobre os chacras e seu melhor uso como portais de acesso ao seu melhor intercâmbio com o mundo


Olá como vai?
A pedido de uma cliente, que queria saber mais sobre alinhamento dos chacras, eu fiz uma série de 8 transmissões ao vivo, para pincelar uma parte muito importante mas desconhecida sobre esses níveis de intercâmbio acesso ao mundo que são os chacras.
Em sânscrito, chacra significa roda e que são bloqueados por traumas, emoções e decretos negativos, com muita especificidade, dependendo de qual estivermos falando.
No chacra básico, cituado na base da coluna apontado para baixo, o acesso é a manifestação, saúde do corpo e financeira materializada. Quando está saudável você além de estar bem fisicamente, está também com as finanças em dia e não se preocupa com dinheiro. Sua bexiga, pernas, rins e imunologia vão muito bem também. Se esse chacra estiver desarmonizado, suas relações familiares é que determinam como você replica o que seus parentes já viveram de desagradável  e improdutivo em todas as áreas. Nessa central também está o decreto negativo de lealdade a tribo, onde se copia ou se rejeita comportamentos familiares para justificar fazer parte de um grupo que lhe pôs no mundo.
No segundo chacra, também conhecido como sacro, cituado no cruzamento entre o baixo ventre e a coluna vertebral, apontado para a frente, está o acesso à sua casa de força, sua fonte de energia, e quando está desequilibrada possui mais de 16 decretos negativos específicos, como uso inadequado do poder, decreto negativo de vunerabilidade, entre outros.
No terceiro chacra, também conhecido como plexo solar, localizado na boca do estômago, é o chacra da vontade e da ação, também da autoestima e do reconhecimento dos próprios dons únicos pessoais, e um dos decretos negativos que adoecem esse chacra e lhe fazem tanto procrastinar ações, bem como não acreditar em si, é o de não ser visto, ou decreto negativo de invisibilidade.
No quarto chacra, localizado no meio do tórax, quando está bem se ama e é compassivo consigo e com outros, e quando não está equilibrado, tem muitos julgamentos e condenações a autossabotagem com consentimento pessoal.
No quinto chacra, localizado na garganta, a central da manifestação pela fala e da comunicação, quando harmonizada se demonstra pelo poder de inspiração pela fala, e quando desarmonizada, fala as feridas e decretos, tanto mental como verbalmente, dos primeiros 4 chacras.
No sexto chacra, localizado no centro da testa, tem a função de visualizar e acessar o propósito de vida de cada um e se sentir no fluxo em cada etapa de vida, mas também quando está desarmonizado, sente a escassez do primeiro e a desproteção do segundo chacra e todas suas consequências.
No sétimo chacra, localizado no topo da cabeça e cobrindo todo o seu topo, é a central dos milagres, da intuição e dos “insights”, e quando temos grandes perdas materiais e emocionais passamos a desativar essa central, pois não acreditamos mais no suprimento infinito que a vida tem para nos dar, pelo fato que quando mais estávamos precisando de um milagre, de alguma forma não aconteceu, nos tornando impotente perante cituações fatídicas, que não precisam ser somente a perda física de um ente querido, também podem ser doenças prolongadas, separações dolorosas e sofrimento de quem mais amamos considerados desnecessários e fora de controle.
Veja os vídeos abaixo que são replays das lives sobre o assunto com muitas sequências de EFT para começar a abrir seu melhor e mais produtivo acesso a seu bem estar com resultados visíveis com as sequências e informações presentes em cada vídeo, tornando essa série esclusiva e preciosa com a riqueza de detalhes apresentada.
Compartilhe, curta e comente para que mais informações importantes possam circular por suas redes sociais



domingo, 8 de outubro de 2017

É inevitável conviver, mas está difícil? Use essa técnica simples, mas muito eficiente!


Olá, rica semana para você!
As vezes, temos relacionamentos difíceis que podemos evitar, ou podemos nos mudar, ou podemos parar de ter contato, e o que fazer quando moramos no mesmo local, casa ou vizinhança, ou o problema de relacionamento é no trabalho?
Muita vezes não temos como evitar estar junto, pois o momento assim exige, e mesmo fazendo o que gostamos podemos ter problemas de relacionamento e o pior que o contato diário nos faz relembrar as feridas não curadas com aquela pessoa, ou grupo.
E ainda tem os dias em que vamos dormir, e os eventos não resolvidos ficam girando em nossa mente, não só com assuntos interminados, bem como com discuções mentais improdutivas, que tomam nosso foco, energia, disposição, deixando-nos como se tivéssemos um “relé imantando” no cérebro, onde passamos a maior parte do dia, bem como da noite, no assunto conflitante, sem ir para lugar algum, emitindo mais dessa condição para o Universo, nesse ciclo que parece interminável e incontrolável de desconfortos e pensamentos imparáveis.
E o pior de tudo, muitas vezes a outra pessoa não está nem aí, ou mesmo dorme super bem como se nada tivesse acontecido e só você parece que está vivendo um inferno mental,  podendo ter até insônia, dores musculares e tantos outros sintomas causados pelo estresse de pensamentos repetidos desconfortáveis.
Para tal eu uso essa técnica super simples e fácil de aplicar, mas que demanda um papel e uma caneta e a prática diária de 30 dias , no mínimo, e pode confir que dá resultado.
Tinha o caso de uma mãe que estava com o filho entrando na adolecência e o rapaz, segundo a história materna, estava muito desobediente e como essa projenitora se sentia oprimida com o fato de parecer morar com o inimigo. Resolveu rapidamente com essa técnica.
Isso que nem falei da técnica da carta desabafo para parar de se sentir vitimada dentro da própria casa, pois eu ainda não usava EFT, nem treinava pessoas, mas se quiser resultados acelerados, recomendo a técnica da carta desabafo para poder deixar todas as aflições e sufocos poderem sair com maior facilidade.
Veja o replay da live que segue e você vai poder usar hoje mesmo essa técnica de tão simples que é, que no máximo vai tomar 5 minutos do seu dia, pois vai ser por escrito. Mas pode ficar sossegado que ninguém precisa saber o que escreveu, pois é um exercício só para você!
Segue então a técnica das 6 qualidades!
Bom proveito! Veja o replay até o final pois ensino uma sequência de EFT que vai lhe ajudar a ser mais persistente nessa técnica simples de aplicar.
E qualquer dúvida e sugestão fica a vontade para escrever por aqui!





Rir é um excelente remédio


O riso já é conhecido em muitas culturas como uma técnica para o alívio do estresse e para que levemos a vida mais leve.
Na Índia existe a yoga do riso usada nas escolas em todas as séries nas aulas de educação física. Sei disso porque meu marido é indiano e fala com normalidade sobre o assunto.
Clinicamente falando, o riso regula os níveis de cortisol e endorfinas, melhorando os níveis de bem estar e serotonina,  conhecido como o hormônio da felicidade.
A presença de altos níveis de cortisol nos remete a condição que precisamos sempre estar no estado de defesa, como se todo o mundo fosse perigoso ou não podéssemos confiar em nada e em ninguém.
Com o riso, o corpo pode relaxar no momento presente, nosso único ponto real de poder, que faz com que emitamos uma escritura vibracional para o universo mais agradável e o retorno com certeza será diferente.
Tem várias técnicas para o uso do riso no seu dia a dia: podemos provocar o riso, bem como sorrir de coisas que acontecem em nossas vidas sem intensão.
Quando programamos uma sisada, estamos sistematizando bem estar em nossas vidas e isso cria uma condição vibracional emitida bem suave e criativa.
Mas existe um mito social que se divertir não mostra seriedade em nosso comportamento. E isso não é verdade. Claro que existem pessoas que não levam nada a sério e acabam sendo irresponsáveis. Mas generalizar as coisas só faz com que nunca relaxemos com o bem estar de um bom sorriso, pois não é socialmente correto ou aceito.
Outro mito social é que quem ri muito hoje, no futuro próximo vai ter tristezas ou desgraças. A desgraça é só um ponto de vista. Em tantas crises crescemos e transformamos nossos pontos de vista para melhor, então uma suposta desgraça é só mais uma versao dos fatos que precisa ser revista.
Existe mais um mito que para ser parte de um grupo, precisa agir como ele e ser diferente do grupo significa exclusão. Se rir não é hábito de uma família, não significa que precise oprimir seu desejo de sorrir e se divertir para fazer parte de um grupo.Todos somos diferentes como os dedos das mão e todos eles tem funções intransferíveis. Então se esse mito fosse verdade, em uma família todos deveriam ser advogados, desde bisnetos, até bisavôs. Conviver em grupo não significa neutralidade de diferenças, mas sim respeito e apreciação de si como ser diferente com seus próprios dons e habilidades individuais.
Para esses mitos desagradáveis e não veradadeiros é importante fazer EFT para os eventos em que sentiu que depois de uma grande alegria apareceu uma grande infelicidade, uma briga, um mal entendido. Também é importante percebe o quanto ainda vincula sua felicidade a fazer parte de um grupo específico com teste que podem ser feitos por um especialista em EFT em um atendimento individual.
Sobre esse assunto tem um replay de uma live do facebook. Veja até o final e curta, compartilhe e comente para melhores resultados com as sequências criadas especialmente para esse assunto. Bom proveito!


sábado, 7 de outubro de 2017

2 poderes escondidos e importantes na realização de exercícios físicos


Olá rico final de semana para você!
Minha postagem hoje é sobre exercícios físicos e sua importância, com dois aspectos muito pouco relevados.
Temos músculos muito longos, cheios de articulações, dobras, que são feitos para ficar em movimento, por isso têm tal tamanho e não podem ser esquecidos.
Existem já as informações sobra a importância na produção de serotonina pelo corpo e alívio de várias doenças psicológicas, mas vou falar aqui de 2 outras razões muito pouco percebidas.
Quando nos exercitamos, isso permite que energias não fiquem paradas nas articulações.
O corpo é uma máquina para a vida toda que tem o poder de autoregeneração, mas que se tem toxinas demais, acaba tendo dificuldades de digerir, principalmente nas articulações, onde a energia naturalmente não corre de forma livre. Praticar algum exporte prazeroso ajuda consideravelmente nessa condição, como se fosse uma ajuda para o trabalho que o corpo precisa fazer com produtos metabólicos físicos e das emoções desconfortáveis.
Permite se ver com poder de realizar e de interagir.
Cada vez que fazemos o corpo realizar algum exercício intensional, estamos enviando algumas mensagens inconscientes para todo nosso corpo tais como:
É possível realizar- o exercício propositado traz essa noção, pois os musculos se movimentam;
É possível crescer – o movimento consistente desenvolme o corpo e a mente, pois amplia os músculos e o foco;
É possível experimentar- o movimento traz uma série de sensações que produzem uma química no corpo de bem estar e realização;
É nata a força humana – com o exercício, além do crescimento dos músculos, é possível rever nossas capacidades de realização ampliadas e a força que vem com isso;
É possível se permitir o novo com menos medo – quando fazemos exercícios, o ar que entra em nossos pulmões indica que é novo, rico em nutrição e em novas possíbilidades;
É possível interagir- cada contato durante o exercício, seja realizado sozinho ou acompanhado, traz a oportunidade interagir com o mundo que nos rodeia e que é seguro nos permitir interagir.
Tem isso e muito mais nesse replay da live sobre o assunto, você precisa conferir e preste atenção no episódio dos Simpsons que conto e no exercício de EFT que criei para esse evento que exemplifica uma das formas de usar EFT. Bom proveito!
Se ainda não é inscrito no meu youtube aproveita e também se gostou do vídeo, curte e compartilha com suas redes sociais.

As lives continuam segundas , terças, quartas e sextas. Deixe suas recomendações e sugestões de assuntos para novas lives também nos comentários.

domingo, 1 de outubro de 2017

9 atitudes para afiar o machado

Outro dia falei sobre a importância de afiar o machado em um vídeo que teve como cenário as termas do Gravatal, onde estive por 5 dias e também fiz uma palestra em 1 rissort por lá sobre as causas emocionais das doenças. 
Claro que não estava falando no sentido literal da expressão, mas sim na condição que cada um tem de necessitar momentos para tanto relaxar, bem como aprender novas coisas e se instrumentalizar é indispensável para que possamos interagir melhor com o mundo que nos rodeia com maior leveza e objetividade.
E hoje quero ir um pouco mais fundo nesse assunto.
A mente é realmente louca, ou no passado ou no futuro e para tal exige ação.
E nós acreditamos que isso é produtividade e nunca paramos, ou mesmo nunca relaxamos.
Se paramos no físico, na cabeça a loucura é total.
E concordamos que precisamos produzir o dia inteiro, sem parar, para nos mostrarmos efetivos, para não sermos vistos até como sendo preguiçosos, pois a preguiça é considera um pecado em muitas religições e culturas.
Mas esquecemos que precisamos ouvir o nosso corpo.
Às vezes, o corpo precisa de tempo, uma soneca, uma relaxada, uma atividade que te leve a pensar em nada do que já foi ou do que virá, somente focando no presente, nosso único momente real de poder.
Então, seguem algumas dicas para relaxar e reabastecer de energias salutares ao longo do dia.
1-      Soneca após almoço ou antes do jantar- já tem dados estatísticos que comprovam a importância e o aumento da produtividade, mesmo que seja somente por 10 minutos;
2-      Ler um livro no estilo que gostamos- muitas pessoas não gostam de ler porque ainda não descobriram uma modalidade de leitura que tenham interesse. Depois que se descobre uma leitura agradável é que a diversão começa, por isso é interessante testar diferentes tipos de leitura para ver o que gosta mais e assim se enriquecer e relaxar com esses momentos prazerosos;
3-      Ouvir uma música que seja agradável para si. Aqui nem faço comentários como a música pode nos transportar para o nosso melhor. No lugar de ouvirmos nosso diálogos mentais, podemos prestar atenção em uma boa música ou em um audiolivro, fazendo assim toda a diferença no nosso dia;
4-      Meditar- técnica muito conhecida para reencontrar o centramento pessoal e muitas outras coisas mais, meditar traz a oportunidade de se aproximar do fluxo e da provisão, nos desligando do que não podemos resolver naquele momento e simplesmente se deixar ser;
5-      Usar mantras- ouvir a proprópria voz é uma gatilho mental e reprogramador fabuloso e junto com palavras de poder repetidas, fazem toda a diferença no dia que segue;
6-      Tocar algum instrumento e ou cantar- as notas tem vibração e toda a vibração leva a impregnação e transformação do estado de espírito e acesso ao seu melhor;
7-      Fazer exercícios que goste- o corpo possui grandes músculos e osso que exigem movimento, se for aliado a uma modalidade que se goste é melhor ainda, pois aumenta o foco no momento presente e gera hormônios agradáveis e nos demostra nosso poder de realização;
8-      Trabalhar voluntário- saimos do foco em nós e percebemos que temos poder de interagir positivamente com outros;
9-      Usar EFT para paz interior- eu sempre recomendo EFT para que possamos reduzir nosso diálogos mentais exigentes mas sem objetividade, e para tal a técnica da carta desabafo que está no meu canal do youtube é mais que especial para essa libertação emocional.

A paz está no nosso melhor e podemos sermos  melhores instrumentos e assim usar melhor nosso potencial não tem preço. Segue o replay de uma live minha da semana falando mais do assunto e sequência especial de EFT para se permitir relaxar, mesmo com tantas exigências mentais. Te inscreve no meu youtube para mais vídeos 



segunda-feira, 11 de setembro de 2017

Os poderes escondidos em fazer o que se gosta


Olá, rico dia a todos!
Já viu aqueles casos em que a pessoa está no meio de uma tremenda tempestade emocional e de uma hora para outra, ou algum tempo depois, a pessoa está muito bem, com sua vida transformada?
Será que foi mágica, um milagre, ou foi uma atitude programada, pensada, planejada e aplicada?
Conheço muitos casos assim, onde a pessoa parece que está no seu pior e, quando vemos essa pessoa algum tempo depois, sua vida está incrivelmente transformada para melhor.
Desafios a vida sempre vai ter, mas será que existe um método, ou um conjunto deles, para que superemos com maior facilidade e leveza tais obstáculos sem ter que ir ao fundo do poço?
Vejo isso acontecendo todos os dias, onde as pessoas tem que “bater muito a cabeça”, tem que passar muita dificuldade, vi muitas histórias de pessoas que hoje são muito famosas e passaram muitas dificuldades até superarem seus obstáculos.
Tem a história de vários chefs que foi assim, mas uma coisa eles fizeram que ajudou muito: apesar de tudo, fazerem o que mais gostam, e isso é realmente transformador.
Tem muitos segredos escondidos nessa pequena atitude:
1-      Se desligar dos problemas, pois só focar neles não traz solução;
2-      Cria foco para o nosso melhor e nos exercitamos com o que realmente importa, servir ao nosso propósito de vida;
3-      Se sentir bem apesar de tudo, é uma forma de alívio do estresse e redução da pressão das obrigações;
4-      Cria, com a sensação de bem estar emitida, uma vibração que muda seu ponto de atração, e tudo o que vem do universo, vem com um outro tom.
Uma atitude que parece tão pequena e insignificante que acabou transformando a vida de tantos, pois estavam somente vivendo os problemas, sem nenhuma solução aparente.
A vibração que podemos emitir fazendo o que gostamos faz toda a diferença e precisa ser praticada por algum tempo no dia para que nossos resultados possam ter novo direcionamento e resultados.
Veja o replay da live abaixo para entender melhor do que falo nesse texto e no final tem práticas de EFT para mais resultados em novos pontos de atração


As transmissões ao vivo (lives) estão muito interessantes em www.facebook.com/nara.muller e você se não pode assistir ao vivo pode rever pelo meu canal do youtube www.youtube.com/naramuller

quarta-feira, 30 de agosto de 2017

4 técnicas para reduzir a sobrecarga e ampliar sua produtividade

Na atualidade, era para se ter mais tempo, agora que se tem meios de comunicação rápidos e tecnologias mais avançadas.
Mas parece que é justamente ao contrário.

Vemos os dias passarem rapidamente ou ficarem menores e muitos afazeres, todos parecendo prioritários.
Gerando-se pouco tempo para si, nesse mundo do trabalho e tarefas domésticas e familiares, sobrando pouco tempo para o lazer e tudo muito corrido e apressado.
Fazemos uma coisa e ao mesmo tempo estamos pensando em outra, e quando chega a próxima atividade, parece que o tempo nunca é suficiente.
Essa é uma das formas de criar ansiedade, quando nos sentimos sobrecarregado, pois a mente fica acelerada e o foco cai, onde ficamos somente olhando para a carga de coisas para fazer, sem uma estratégia objetiva para resolver ou minimizar o problema de sobrecarga.
Como gerenciar melhor o tempo então:
A-     Anote o que precisa fazer para reduzir a pressão dentro de si e assim sobrar espaço entre você e o que precisa fazer, que tira a sensação de sufocamento pelos afazeres acumulados;
B-      Quando estiver fazendo algo planejado, e vierem algumas prioridades a sua mente, tenha sempre por perto um bloco para anotar e fazer depois, retornando para seu foco e objetividade;
C-      Faça EFT quando a sobrecarga parece lhe consumir mentalmente, antes de começar uma atividade escolhida a ser concluída, para sobrar energia para sua concretização, pois divagações não geram foco, nem resultado;
D-     Depois de executar uma tarefa por completo, escreva na sua lista que concluiu com um ok ou com um sinal que indique conclusão de tarefa, para perceber que seu dia está rendendo e sendo produtivo e celebre tal objetivo atingido para que seu cérebro perceba que cumpre suas tarefas, que estar do seu lado vai gerar mais energia e motivação para realização.
Como usar EFT para sobre carga
Faça uma sequência de EFT para como se sente sobrecarregado e como isso lhe incomoda; faça uma sequência de EFT intercalando as sensações de sobrecarga com o que é possível fazer e no final aceite que tem o tempo e é um só e que é possível fazer uma tarefa por vez.
Veja o vídeo, que é um replay da live do facebook, para ver a explicação completa de como usar a EFT e os detalhes das outras 3 técnicas.
Inscreva-se no meu canal do youtube, compartilhe, curta, comente e sugira temas para práticas de EFT nas lives.


Ainda é possível participar do sorteio de aniversário do blog de um atendimento de EFT de 1h, até 31 de agosto, pelo meu whatsapp, dizendo seu nome e sobrenome através de 53991051449, boa sorte!

terça-feira, 29 de agosto de 2017

Filme"Naked", como você lida com sua realidade

Tem esse filme da Netflix, muito interessante, que o protagonista é um noivo na véspera do seu casamento, que sai para tomar um drink e acorda nu no elevador e cada vez que ele coloca a culpa em alguém do que lhe aconteceu, ele acorda novamente no mesmo elevador, repetindo toda a jornada, desde quando acorda despido até chegar no casamento atrasado.
O filme gira ao redor do poder das pessoas de transferir suas responsabilidade do que acontece de errado consigo, para os que lhe rodeiam e que a vida se repete até se aprender essa lição tão preciosa e ao mesmo tempo empoderadora pessoal.
O principal personagem também não se importava por ser estagiário, nem ligava se ia ter uma vida estabelecida ou conseguir pagar todas as contas, achava que estava muito bom que tinha um trabalho de meio expediente e achava que sua vida estava completa com isso.
Mostra também como é importante assumir as responsabilidades sobre as próprias vidas, pois é bobagem deixar a vida somente fluir e se sentir bem no momento em que está vivendo, mas tem muito mais a ser feito em nossas vidas que depende de nós, como ser útil para o mundo, ter independência financeira de parentes, se a pessoa for maior de idade, não para mostrar para outros que pode, mas porque faz parte de seu poder pessoal assim agir e se exercitar.
Essa sensação de ausência de culpa na vida, de neutralidade não é algo bom.
Precisamos ter o aspecto positivo da culpa que é a responsabilidade que nos auxilia não só na nossa retomada de poder, bem como reaver nossa capacidade de cocriar positivamente com o Universo.
Claro que culpa excessiva só serve para autopunição, mas ausência total da mesma tira nosso senso de escritor da nossa própria história.
Veja o replay da live de como fazer para saber qual seu próximo passo na cocriação de sua própria história, que já ajudou centenas de pessoas a mapearem detalhadamente e fácil sua condição de vida.



Para participar do sorteio de um atendimento, pelo aniversário do blog, basta entrar em contato pelo meu whatsapp até 31 de agosto de 2017, pelo número +5553991051449, boa sorte!

domingo, 27 de agosto de 2017

Ensinando a viver, filme comovente, trauma de perda e como superar


Ele perde a esposa, a criança perde os pais, o que eles tem em comum é a sensação do vazio de não poder nem dar nem receber amor aos seus entes queridos.
O pequeno vai para um orfanato, o adulto vive em seu mundo isolado de escritor e cria um livro que vira filme.
O casal, antes da morte da mulher, tinham uma ideia de adotar um filho, pois não podiam ter, mas o desejo dele viver a experiência de pai nunca se dissipou, apesar da irmã sempre mostrar todas as desvantagens de ter filhos.
O menino traumatizado com as perdas, cria um mudo de segurança, onde se sente pertencente a Marte na sua origem e que viver no planeta Terra passa a ser uma experiência de coleções de objetos de outros, bem como da natureza e de seu novo pai.
No fundo o pequeno que se considerava marciano, só estava tentando entender porque tudo foi daquela maneira, com a separação prematura dos pais de seu convívio e, em uma tentativa para conseguir decifrar esse evento trágico, quase se mata, quando acredita que se jogando de um prédio vai voltar para o planeta de origem.
O filme se torna lindo, mostrando que o amor que o pai adotivo tem pelo menino é a única maneira deles seguirem suas vidas, apesar de suas perdas, já que não tinham seus amores originais, escolheram dar amor para quem também tinha essa vontade de dar e receber amor.
Quando somos crianças, passamos por tantos eventos em que parecemos perder o nosso poder de entendimento e de escolha, mas, como adultos, sermos acolhidos por nós é nosso direito divino natural, bem como estarmos receptivos para curarmos nossas feridas infantis.
Uma pergunta : olhando para trás, cite nos comentários, qual foi sua maior perda e que, depois desse evento, você nunca mais foi igual?
No replay dessa live abaixo, você vai poder ver como eu fiz para ensinar algumas centenas de pessoas a curarem suas feridas da infância, apesar do que viveram, assista, aplique e compartilhe!



Ainda estamos na semana de aniversário do blog e você pode participar do sorteio me enviando um whatsapp para +5553991051449 com a mensagem SIM QUERO PARTICPAR DO SORTEIO, com seu nome e sobrenome. Boa Sorte!

segunda-feira, 21 de agosto de 2017

Filme indiano Stanley, o seu poder de escolha em suas mãos


Ele é o Stanley, um tipo de menino muito comum na Índia, que perde seus pais e fica sob a guarda de um tipo inescrupuloso, ganancioso e que explora o pequeno mesmo sendo parente, fazendo com que trabalhe ao retornar do colégio, para pagar seus custos e sem nenhum direito infantil, nem conforto, nem comida nas horas certas, mesmo sendo somente um menino de 8 anos.
Não reclamava de nada, ia para a escola com sua merendeira fazia, pois nem isso o tio providenciava, muito menos dinheiro para o almoço, já que morava de favor com o tipo explorador. Na Índia normalmente a escola encerra as atividades depois das 14:30.
Quando retornava para casa algum tempo mais tarde por algum motivo educacional de atraso, o tio lhe repreendia e o mandava trabalhar direto, sem direito a descanso ou tempo para se alimentar.
No seu dia a dia não era triste, mas sentia falta de seus pais e tinha um pequeno altar móvel com foto de seus pais sorrindo para ele que retribuía com carinho e respeito.
Seu único amigo e talvez verdadeiro guardador era o cozinheiro do restaurante do tio, onde trabalhavam, que lhe ajudava nos temas e o alimentava como as sobras do restaurante, pois muita comida era desperdiçada na cozinha por falta de boa administração do dono do empreendimento.
Mas o menino nunca reclamava para ninguém do que ocorria nas relações com seu tio, mas escolheu ter uma vida cheia de alegria e entusiasmo mesmo assim, tendo amigos na escola que sempre o acolhiam e dividiam seu lanche com ele, mesmo assim.
Era muito inteligente vencendo muitas competições na escola e fora dela, na área de dança e de educação, o que o fazia ficar mais unido com seus colegas da escola, que também não sabiam do que passava na família.
Esse filme que parece muito triste no seu conteúdo, mostra que as pessoas sempre tem pelo menos um grau de liberdade para fazer escolhas mais saudáveis para si, apesar do que lhe ocorre diariamente, e isso é tudo o que importa e faz todo sentido na vida.


domingo, 20 de agosto de 2017

Vizinho reclamão e qual seu ponto de atração


Essa é a história do vizinho do condomínio onde moro que aconteceu e continua acontecendo.
Ele é um mal humorado e reclamão de carteirinha. Outro dia queria saber se eu tinha visto que meu cartaz sobre um evento que eu ia realizar tinha sido removido antes da data em que a atividade ia acontecer e se eu tinha observado isso.
Eu tinha visto, mas como as vezes alguém retira um e acaba arrancando outros porque o espaço de propaganda nos blocos é limitado e tem muitos que fazem divulgação imaginei que teria sido por isso nem liguei para o ocorrido e já fui recolocando um novo cartaz meu e do meu marido também.
Mas ele reclamou muito, falou muito mal do síndico e dava para sentir no formato de sua escrita todo o rancor contra o administrador do condomínio que estava acumulado de outros eventos, como se aquele dos cartazes que nem atingia ele se somava a sensação que ele tinha que o síndico fazia o que bem entendia na administração do local onde moramos.
Comentei que poderia ser somente uma brincadeira até das crianças do condomínio, mas ele furioso continuava falando que agora ia monitorar as placas de divulgação com maior critério e ia soltar os cachorros no síndico se isso acontecesse novamente.
Agradeci o cuidado, mas pude observar momentos de fúria desse vizinho, que se sentia vitimado, contra o síndico, pois temos um grupo do condomínio no facebook, onde a discussão rola bem animada para as reclamações mas nenhuma sugestão de solução, tudo levado para o lado pessoal, demonstrando como esse vizinho irritado se sente vitimado pelo síndico, que acaba rebatendo pois também é pavio curto.
Estou contando essa história para mostrar como as pessoas ainda se sente vitimadas pelas histórias que lhe ocorrem mas não fazem nada além de reclamar dos eventos, sendo que quando estamos envolvidos em algo é porque existe alguma sugestão que pode ser feita ou alguma atitude tomada para que novos resultados possam vir.
A condição de vítimas das histórias só atraem mais vitimização e perda de energia por se concentrar na sensação de impotência e subjugação perante os fatos.
Poderia citar também o fato que entrei em algumas comunidades de doenças e quase fui escorraçada de lá por oferecer soluções para diminuir o sofrimento com o uso da EFT, mas 99,9% estava interessada em reclamar somente do seu sofrimento, como pedindo um colo para mais uma potencial mãe que se apresentava, sendo que o colo traz alento, mas tem muito mais que pode ser feito para reverter quadros de sofrimento existencial, já que somos adultos, e essa retomada de poder pessoal envolve o cuidado conosco também sempre, como o uso objetivo da EFT aliada a outras atitudes de escolha própria.
O lado vítima extremo, por sua vibração persistente e consistente, sempre vai atrair mais do universo em resultado semelhante, tenha isso em mente, fora a perda de tempo e colaboração para a energia coletiva de subjugação que é oposta a retomada do poder pessoal, que além de ser nosso direito divino natural, é intransferível.
Tem quem reclama dos amigos, reclama dos vizinhos, reclama do barulho todo o tempo e perceba o que falo a respeito nessa live que fez muito sentido para muita gente nessa semana que passou.
No replay da live dessa semana eu falo como podemos detectar se ainda estamos passando pela situação de vítima em algum grau, com um checklist muito poderoso e no final ensino uma maneira bem especifica de usar EFT para sairmos do lado vítima. Bom proveito!




sexta-feira, 11 de agosto de 2017

Será que tem um trauma bloqueando sua prosperidade?

Olá rico dia para você, fico muito contente e radiante em ter você por aqui me acompanhando em mais um texto no blog, pois poder contar para você minhas conclusões e resultados pessoais e de meus clientes e cursos, faz com que tenhamos uma cumplicidade que nos torna mais que cliente e sim membros integrante de uma grande família que está se empenhando em ajudar uns aos outros a voltarem para casa. É muito gostoso esse contato e troca que fazemos.
Gosto de falar sobre traumas, pois a maioria não sabe nem detectar se tem, imagina saber remover do seu presente eventos inapropriados para estarem no agora, pois aconteceram no passado, onde é seu lugar natural e assim devem ficar, mas não é isso que acontece com a maioria das pessoas.
Por definição da EFT, o trauma, seja grande ou pequeno, envolve um bloqueio na malha energética corporal, que nos afasta de nosso fluxo natural de saúde em todos os sentidos.
Quando temos um trauma registrado em nosso corpo, normalmente temos 4 sintomas quando pensamos no evento traumático do passado:
1-      Sensações desconfortáveis, internas ou externas, de maior ou menor intensidade, como pressão em alguma parte do corpo, bem como sensação de agulhadas, ou até dores que passeia na superfície ou internamente. Perceba que a dor ou desconforto físicos aparecem quando pensamos no assunto que nos causou o trauma e é objetivo de aplicação da EFT tais sensações com sequência que falem delas;
2-      Emoções desconfortáveis quando pensamos ou falamos sobre o assunto traumático que podem ser: medo, culpa, ressentimento, raiva, ódio, revolta, arrependimento e tantos outros emoções desconfortáveis;
3-      Imagens dos pontos mais importantes ainda desse eventos traumáticos, que podem ter ou não movimento, cor, falas e atitudes que vem automaticamente quando pensamos sobre o assunto que gerou o trauma;
4-      Parece que, depois do evento traumático, nunca mais fomos os mesmos; como se parte de nós tivesse ficado conectado no trauma e sentisse seu peso e uma parte de nós quer fugir do mesmo pela igual causa. Como uma marca em nós ou um estigma, ou mesmo aquela simbologia da nuvem no Patolino sobre a cabeça, com direito a raios e muita chuva só sobre nossos ombros e cabeça.
Verificar e medir esses 4 pontos é essencial para apreciar como se está evoluindo na liberação de si mesmo dessas marcar no corpo que parecem que vão até a alma que se é faz com que se perceba o nível de liberação do trauma e como seu entendimento pode nos trazer sabedoria.
Outro dia estava atendendo uma cliente que foi abusada sexualmente na infância e o que ela mais detestava eram os perfis de pessoas que usavam seu corpo e seu poder de sedução para tirar as pessoas do caminho da sua alma, sem perceber que mesmo que o caminho pareça errado, sempre existe pelo menos um grau de liberdade para escolher aprender com seus erros e se permitir prosseguir com seus dons escondidos por tanta rejeição de si.
No final o presente foi seu retorno do poder de encantamento por si e pela vida, onde envolve explicar o sentido de algo que só cada um percebe na vida e assim inspirar pessoas a começarem sua mudanças tão necessárias, quando se pensa que a única coisa certa é mudar, aperfeiçoar, e para tal é preciso sair das zonas de confortos pessoais para aproveitar as novidades que ficar fora da caixa pode trazer.
Nós sabemos que muitos passados traumáticos são difíceis de deixar para lá, mas será que precisamos ficar presos a essas vivências até pegarmos a moral da história, ou será que é possível avançar mesmo assim, acreditando que cada coisa que se viveu, boa ou ruim, curada ou não, serviu somente para nos trazer somente até esse estágio atual?
Na live do facebook falo mais detalhadamente sobre todo esse assunto e no final tem uma sequência de EFT muito especial e reparadora, recomendo!



Rico dia para você e até a próxima live no meu facebook,                      segundas, terças, quartas e sextas
                www.facebook.com/nara.muller

sexta-feira, 28 de julho de 2017

Um segredo revelado na visita ao circo Amar em Recife

Visita ao circo em Recife

Hoje venho aqui para escrever mais um pouco sobre minha viagem recente para Recife, em uma das atividades canceladas por motivo de chuvas, nós decidimos ir ao circo que estava instalado perto do caminho de volta para o hotel.
Decidimos rapidamente pela mudança de planos, para não deixarmos a noite de chuvas e ventos nos desanimar e foi muito interessante tal alternativa de diversão escolhida.
Ver todos aqueles especialistas dando o seu melhor para uma quantidade de público razoável, nem lotado nem vazio estava a assistência, mas para uma noite instável e sem estrelas visíveis no céu, uma boa quantidade de pessoas estava presente.
Pais com filhos, casais e amigos, todos atentos no espetáculo, que naquela noite estava com preço promocional, para atrair mais clientes.
O que quero realmente salientar nesse texto é que os artistas estavam trabalhando com amor, esmero, técnica e entusiasmo, indiferente da quantidade de público e pareciam satisfeitos com tais feitos.
Os palhaços estavam incrivelmente divertidos, mesmo com as pessoas não participando muito dos seus convites, mesmo o público agindo sem muita motivação, isso não alterava o nível de entusiasmo dos integrantes do espetáculo circense.
Para quem você se entusiasma? O que faz na vida que te faz sentir o coração vibrar apesar dos outros e de suas reações? No que você planta o seu melhor, indiferente da qualidade e quantidade da audiência? Ou está esperando a plateia ser ideal para fazer o seu máximo?
Tem coisas na vida que dependem somente do nosso poder de escolha em dar o nosso melhor, em tornarmos o nosso momento autêntico e incrível, indiferente das circunstâncias ou testemunhas.
Quando nosso coração sorri ao fazermos algo, isso indica que estamos fazendo o nosso melhor para o momento e isso que significa realização pessoal plena.
O conjunto de momentos de realização plena, transformam a vida em experiências com sentido positivo para quem realiza e impacto produtivo no mundo que nos rodeia, e isso sim que é viver.
Para uma vida com maior sentido e impacto pratique EFT ou venha fazer um atendimento individual comigo, para resultados mais profundos e entusiasmantes. Aguardo você para acessar o seu melhor, seu mais alto bem, e assim viver mais no seu propósito de vida!

Veja nesse vídeo um pouco dos palhaços desse circo no vídeo abaixo.




terça-feira, 18 de julho de 2017

Usando meu medo a meu favor na viagem para Porto de Galinhas

Em Porto de Galinhas, olhando a piscina "Mapa do Brasil"

Recentemente eu e meu marido fizemos umas férias de inverno no nordeste, mais especificamente Recife, Porto de Galinhas, Cabo de Santo Agostinho, Maragogi e Olinda.
Como todo o tempo instável, passeamos muito, com barco, nas praias, de catamarã e a pé.
O que quero contar aqui foi um evento assustador que aconteceu em quanto visitávamos as piscinas naturais de Porto de Galinhas.
Talvez você já sabe que os arrecifes de corais são parecidos com rochas, mas muito escorregadios e descontínuos.
Então, podia-se ver os ouriços do mar alojados no entremeio do caminho, tendo um filme de água por cima e crateras de todos os tamanhos na trilha.
Foi quando recebi o primeiro sinal que o local era muito perigoso: uma moça cai dentro de uma das fendas e torce o pé na minha esquerda e 3 vêm em seu amparo; a segunda pessoa que se acidentou, estava andando e enterra completamente sua perna esquerda em uma outra abertura e precisou de 5 para tirar a mesma que ficou imobilizada completamente, onde eu fui uma das pessoas a ajudar.
Tudo isso me despertou um terror súbito, pois ainda tinha o vento forte que me colocava cabelos nos olhos e o filme de água sobre os corais que não me deixavam ver adequadamente a superfície onde podia pisar.
Em um momento meu coração gelou e, para agravar, vi as pessoas se afastando, foi quando eu pensei, se elas conseguem ir com segurança eu só preciso ser prudente ao extremo, olhando para o piso a cada passo e pisando com o pé completo em superfícies consideradas planas.
Foi assim que fiz todo o trajeto e tenho fotos lindas por isso.
Poderia ter me congelado por ver tantos se acidentando na minha frente e ao meu lado, mas sempre mantive em mente com um som mais alto, que se eu usasse esses procedimentos de segurança, eu estaria com poucas chances de algum acidente.
Um momento antes da segunda moça cair na minha frente, vi que ela estava olhando para uma piscina natural e não observava o caminho perigoso a sua frente e a primeira a cair estava pisando com a ponta do pé no lugar de pisar com o pé completo sobre os corais e veio a escorregar na superfície deslizante que estava em sua frente.
O medo serve para termos cautela para fazermos as coisas e é por isso que ele existe e vai continuar existindo, pois faz parte de nosso instinto de sobrevivência, e mesmo com toda a sensação que eu estava de praticamente pânico, eu usei meu cérebro para me relembrar de procedimentos de segurança muito usados em superfícies irregulares e úmidas.
O medo me alertou do perigo eminente se eu não tomasse as medidas de precaução que me guiaram por toda aquela hora de passeio.
Poderia ter ficado fixada no medo de cair e deixar de aproveitar o passeio, mas usando o mesmo na forma de cautela eu pude aproveitar cada momento com fotos, vídeos e diversão.
Aos que tentam ignorar o medo, tenham a certeza que estão gastando parte de sua energia vital de autopreservação para manter distância de algo tão importante para nossa sobrevivência: a precaução.
O lado positivo do medo está também no que acontece quando lemos documentos em detalhes, antes de assiná-los, ou olhamos os dois lados de uma rua para atravessarmos.

Veja o vídeo da minha “live” sobre esse assunto e onde também falo de um dos medos que lhe distancia de sua prosperidade natural. Bom proveito! Rico dia de libertação emocional para você!


domingo, 16 de julho de 2017

Será que existe o momento ideal ou é a gente que faz o momento?


Olá como vai nessa nova semana que começa?
Como normalmente idealizamos as coisas, pessoas e circunstâncias... 
Idealizar é mais um jogo da mente, que disfarça sua capacidade de focar em seu desejo por um futuro incerto fantasioso, no lugar de construir passo a passo, com planejamento e determinação diária, atitude que pode ser promovida pelas escolhas conscientes do indivíduo, nunca pela máquina cerebral.
Poderia contar muitas histórias sobres idealizações e como nos deixamos conduzir por elas.  
Muitas vezes acreditamos que só poderemos fazer algo com o momento e circunstâncias ideais.
Gosto muito do filme que conta a história de Charles Darwin e seu momento de criação do livro sobre a teoria de evolução das espécies.
Ele tinha problemas familiares por perda de uma filha muito amada, que desde então nunca mais foi o mesmo, levando seu relacionamento com sua esposa quase a falência e a criação de uma doença muito semelhante que levou sua filha ao óbito e mesmo assim escreveu essa obra memorável, contrariando inclusive as relações clericais da época.
Tem também a história de Edward Bach, que mesmo tendo descoberto um câncer terminal, decide se dedicar a estudar as flores e aplicar em si mesmo e assim cria os florais de Bach.
Outro dia tive a felicidade de acessar o livro A guerra da arte, do mesmo autor de Lendas da Vida, Steven Pressfield.
Esse autor trata os modelos mentais por resistência e seu principal foco é lembrar que elas sempre estarão lá, todos os dias, mesmo que você as tenha vencido no dia anterior.
Essas resistências só servem para mostrar que você vai precisar fazer algum esforço para ir cumprir seu dia e que sintonizar com o melhor, ser sistemático, persistente e profissional fazem parte dos atributos para superar as resistências diárias com facilidade.
Fala também que cada um tem um propósito, mas que é necessário exercitar-se na dedicação e comprometimento para receber inspiração para sua etapa de vida.
O primeiro ponto é perceber que o ideal não existe nem nunca vai ser atingido, pois é um subterfúgio da mente em manter seus padrões conhecidos ativos e operantes.
Em segundo lugar, é ilusão acreditar ter resultados diferentes sem fazer algo fora da sua rotina de forma sistemática. Milagres somente acontecem para que está sintonizado com eles e essa sintonia depende do comprometimento individual em se preparar e manter atitudes distintas, indiferente do que lhe rodeia.
Em terceiro lugar, nada vai cair nas suas mãos que você não tenha criado, conscientemente ou não, tudo é construção, apreciação e ajuste.
Então quando vi esse filme da história de Darwin e li o livro com a vida do Dr. Bach, percebi que quando deixamos para depois até que se faça o momento ideal, estamos desperdiçando nosso potencial de realização, pois a adversidade nunca vai parar de existir e o que podemos fazer é conviver com ela e acima de tudo estarmos comprometidos com nossos ideais.
Um ideal não precisa ser uma missão grandiosa como a de Darwin ou do criador dos florais, mas sim o primeiro objetivo é a convivência melhor com nossas potencialidades e poder de realização que cada um tem.
Ser comprometido é uma escolha, comprometer-se com seus objetivos é um exercício diário e acreditar que as coisas no futuro serão mais leves, menos tumultuadas para somente assim fazermos algo por nós ou para deixar nosso dons aflorarem é só uma atitude que alimenta nossos padrões mentais que já não nos servem mais.
Eu recomendo que vejam o filme Criation, que conta a saga de Darwin até que publique o livro, todos os fantasmas que teve que encarar e como reencontrou seu centro, quando fez o que era necessário para publicar seu livro.